O que fazer em Belém

Belém possui diversos cartões-postais. Visitá-los chega a ser obrigatório para quem deseja sentir de perto a cultura e a história da cidade. Para se divertir, há opções de pontos turísticos famosos, museus, espaços culturais e gastronômicos, entre outros.

Confira tudo em nosso guia:

 

Projetos Culturais

Roteiros Geoturísticos
Projeto de Extensão criado em 2011 pelo Grupo de Pesquisa de Geografia e Turismo (GGEOTUR) da Universidade Federal do Pará, que realiza visitas guiadas ao Centro Histórico de Belém com o objetivo de valorizar a memória social, espacial, patrimonial, material e imaterial da cidade. Também já promoveu visitas em outros municípios paraenses. Confira as programações dos roteiros pelas redes sociais do Projeto.
Contato: roteirosgeoturisticos@gmail.com

Projeto Circular
O Projeto busca revalorizar o Centro Histórico de Belém a partir da promoção de atividades culturais e educativas que fomentam a circulação em espaços públicos dos bairros que deram origem à cidade. Acompanhe as programações pelo site do Projeto.

Núcleo de Conexões Ná Figueiredo
Espaço descontraído, com a proposta de reunir moda, música, arte, criatividade e coletividade, dando visibilidade às expressões culturais amazônicas. Oferece oficinas, bate-papo, mostras culturais e tem um Café-Bar imperdível. Siga o Núcleo nas redes sociais para conferir as programações.
Funcionamento de segunda a sábado, das 10h às 22h.
Endereço: Avenida Gentil Bittencourt, 449 – Nazaré.

 

Pontos turísticos

Basílica de Nazaré
Um dos principais patrimônios históricos, culturais e religiosos de Belém, erguida no local onde, reza a tradição, foi encontrada, pelo caboclo Plácido, a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, dando início à devoção que hoje se manifesta no Círio de Nazaré, a maior procissão do mundo com mais de 2 milhões de peregrinos.
Funciona diariamente (consultar horários e programações no site).
Endereço: Avenida Nazaré, 1300 – Nazaré.
Contato: (91) 4009-8400 | (91) 4009-8440 | (91) 4009-8407.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Centro Histórico
Abriga casarões de arquitetura europeia, igrejas e galerias de arte, é um ponto turístico muito significativo.
Funciona diariamente.
Endereço: Bairros da Cidade Velha e Campina.
Faixa de preço acessível.

Cine Olympia
O mais antigo cinema de rua do Brasil ainda em pleno funcionamento, dedicado à exibição de mostras do circuito não comercial.
Funciona diariamente (consultar horário das programações na bilheteria).
Endereço: Avenida Presidente Vargas, 918 – Campina.
Contato: (91) 3230-5380.
Faixa de preço acessível.

Complexo Feliz Lusitânia
Berço onde nasceu a cidade de Belém, local no qual estão reunidos alguns de seus principais pontos turísticos, como o Forte do Castelo, a praça Dom Frei Caetano Brandão, a Casa das 11 Janelas, a Igreja de Sandro Alexandre, onde funciona o Museu de Arte Sacra e a Catedral Metropolitana de Belém.
Funcionamento de terça a domingo, das 10h às 20h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, 117 – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8828.
Faixa de preço acessível.

Estação das Docas
É um dos passeios clássicos de Belém. Não à toa está sempre movimentado de turistas e visitantes locais. É bastante procurado por quem quer jantar, tomar um sorvete, beber uma cerveja de produção local com os amigos ou simplesmente admirar a Baía do Guajará. E ainda fica do ladinho do Ver-o-Peso, cartão postal de Belém.
Funciona diariamente, das 8h às 2h.
Endereço: Avenida Boulevard. Castilhos França, s/n – Campina.
Contato: (91) 3212-5525.
Faixa de preço alta.

Forte do Presépio
Abriga uma exposição permanente com itens da cultura material de populações indígenas que aqui habitavam antes e durante o período colonial. Também é conhecido como Forte do Castelo.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábado e domingo, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8678.
Faixa de preço acessível.

Mercado do Ver-o-Peso
É uma das maiores feiras livres da América Latina, eternizada em vários programas de televisão, parada obrigatória para conhecer as simpatias feitas pelas erveiras, as frutas da Amazônia e quem sabe comer o famoso peixe frito ou conhecer o Mercado de Ferro, com sua estrutura metálica em Art Nouveautrazida dos Estados Unidos e da Inglaterra graças ao dinheiro da borracha no século XIX.
Funciona diariamente, das 7h às 18h.
Endereço: Avenida Boulevard Castilho França, s/n – Cidade Velha.
Faixa de preço acessível.

Museu de Arte Contemporânea Espaço Cultural Casa das Onze Janelas
Museu dedicado a exposições de arte contemporânea. Possui várias coleções de arte moderna, contemporânea e fotografia de artistas locais e nacionais.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábado e domingo, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8695.
Faixa de preço acessível.

Theatro da Paz
Uma joia remanescente do ciclo de ouro da borracha, onde cantaram várias das maiores sopranos europeias do século XIX e foram encenadas as principais óperas. Um passeio guiado e erudito por essa obra arquitetônica inspirada no Teatro Scalla de Milão (Itália) vai ensinar muito sobre a história da cidade. Fique ligado no nosso site que divulgaremos a programação do Theatro da Paz no período do evento!
Funcionamento de terça a sexta, das 9h às 18h, sábado das 9h às 12h, e domingo das 9h às 11h.
Endereço: Rua da Paz, s/n – Praça da República.
Contato: (91) 4009-8750.
Faixa de preço acessível.

 

Contato com a natureza

Bosque Rodrigues Alves
É um pedaço de floresta nativa dentro da cidade, uma área de preservação ambiental no bairro do Marco. O espaço foi inaugurado em 1883 e atualmente abriga mais de 80 mil espécies de flora e fauna, com média de 20 mil visitantes por mês. A entrada tem um preço simbólico.
Funcionamento de terça a domingo, das 8h às 16h.
Endereço: Avenida Almirante Barroso, 2305 – Marco.
Contato: (91) 3277-1112.
Faixa de preço acessível.

Mangal das Garças
É um dos passeios mais bonitos a se fazer na cidade. Localizado no bairro da Cidade Velha, o Mangal conta com vários espaços de visitação como o borboletário (se tiver sorte, as borboletas pousam na sua mão, rendendo as melhores fotos de Instagram da viagem), a fauna livre, com vários pássaros e iguanas. Do mirante, se pode ver boa parte da cidade e uma ponte leva até a beira do rio, da qual se pode ver o mangue original que cobria toda a orla da cidade. É lá também que se encontra o famoso restaurante Manjar das Garças e um pequeno museu sobre história da navegação.
Funcionamento de segunda a domingo, das 9h às 18h.
Endereço: Rua Carneiro da Rocha, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 3242-5052.
Faixa de preço mediana/acessível (entrar no Mangal é de graça, mas as atrações são pagas e o restaurante tem preço próprio).

Orla de Icoaraci
Fica no distrito de Icoaraci (“De frente para Sol”, em Tupi), afastado do centro, mas uma ótima opção para ver o rio e comer peixe nas barracas. Tem uma vista magnífica da Baía do Guajará. É um local turístico que reúne pessoas que buscam lazer, conversar e socializar, principalmente nos finais de semana. Outro atrativo dessa orla é a feira de artesanatos, onde são vendidos os tradicionais objetos de cerâmica marajoara, produzidos pelos mestres locais e exportados para todo o Brasil. Vale a pena conhecer!
Funciona diariamente, aberta o dia todo.
Endereço: Rua Siqueira Mendes – Cruzeiro (Icoaraci).
Faixa de preço mediana/acessível (a orla possui restaurantes e artesanatos de diferentes custos).

Parque Estadual do Utinga
Foi criado em 3 de maio de 1993. Com 1.353 hectares, o Parque Estadual do Utinga é uma unidade de conservação ambiental. Possui lagos encantadores, pássaros e uma rica biodiversidade, itens que atraem visitantes e pesquisadores. Recentemente reformado, o Parque tem um belo pórtico na entrada, dois lagos que abastecem a cidade, um espaço de acolhimento e área ecológica que retrata o ecossistema amazônico. Alugue uma bicicleta, prepare a roupa de exercício e programe-se para um turismo ecológico! É excelente para quem quer se exercitar, só não esqueça da garrafinha de água, pois o calor ali não é brincadeira.
Funciona diariamente (exceto terça), das 6h às 17h.
Endereço: Avenida João Paulo II, s/n – Souza.
Contato:(91) 3342-2630.
Faixa de preço acessível.

Portal da Amazônia
Foi inaugurado em 2012, um espaço que promove lazer e tranquilidade para aqueles que pretendem realizar uma atividade física ao ar livre, apreciar uma bela vista do pôr do sol, passear. Com cerca de 1,5 mil metros de área de lazer com um corredor na orla do Rio Guamá, o espaço situa-se entre as ruas Veiga Cabral e Mundurucus, no bairro do Jurunas, na capital paraense. O local foi escolhido para receber o monumento “Ímpeto”, uma das 22 obras do Prêmio Arte Monumento Brasil 2016, do Ministério da Cultura do Governo Federal. Confira lá!
Funciona diariamente, aberto o dia todo.
Endereço: Portal da Amazônia, s/n – Jurunas.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Ver-o-Rio
Fica na orla de Belém e é uma ótima opção para curtir a brisa à beira da Baía do Guajará. No fim da tarde, aproveite para provar as tapiocas bem recheadas servidas no calçadão. Aos sábados pela manhã, alguns grupos de canoagem de Belém se reúnem lá para remar na orla, ótima opção para quem curte esportes aquáticos.
Funciona diariamente, aberto o dia todo.
Endereço: AvenidaMarechalHermes, 1374 – Umarizal.
Faixa de preço acessível.

 

Belezas naturais

Distrito de Mosqueiro
Ilha fluvial e distrito de Belém, distante cerca de 70 Km do centro da capital (1h-1h30 de carro ou ônibus). Com praias de água doce tão extensas que chegam a parecer o mar. Local ideal para desfrutar de uma “tapioquinha” ao fim da tarde, depois de um bom banho de rio.
Como chegar: É preciso sair da cidade pela rodovia BR-316 e passar pelos municípios de Ananindeua e Marituba. Chegando em Benevides, o veranista faz um desvio para pegar a rodovia estadual PA-391, cruzando Santa Bárbara até a ponte de Mosqueiro. Da ponte até o centro do distrito são 20 Km pelas Rodovia Augusto Meira Filho e Avenida 16 de novembro, que leva até a praia do Chapéu Virado.

Ilha do Combu
Um local aconchegante, cheio de encantos e belezas naturais, fica situada às margens do Rio Guamá, sendo uma das dezenas de ilhas catalogadas pela Companhia de Desenvolvimento de Belém. É a quarta maior ilha no município, em espaço territorial, e tem exuberantes paisagens com fauna e flora diversificadas. É uma excelente opção para aproveitar um dia de sol, tomar um banho de rio, aventurar-se nas trilhas ecológicas e saborear os pratos regionais.
Como chegar: A travessia de Belém até a Ilha do Combu dura aproximadamente 15 minutos e é feita através de embarcações que saem da Praça Princesa Isabel, localizada no bairro Condor. Do outro lado tem vários restaurantes, o Kakury é uma opção, mas se estiver cheio os barqueiros indicam algum outro.

 

Museus

Espaço São José Liberto
O antigo presídio São José teve seu espaço renovado e abriga hoje o Pólo Joalheiro, onde é possível conhecer o Museu de Gemas, passear e comprar artesanato e joias feitas por designers locais, a partir de sementes, gemas e pedras preciosas.
Funcionamento de terça a sábado, das 9h às 18h, domingos e feriados, das 10h às 16h.
Endereço: Praça Amazonas, s/n – Jurunas.
Contato:(91) 3344-3500.
Faixa de preço acessível.

Museu de Arte Sacra de Belém
É um dos mais bonitos do país e conta com um belo acervo de Arte Sacra do século 17 ao século 20.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábados, domingos e feriados, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8664.
Faixa de preço acessível.

Museu do Círio
É dedicado à maior celebração religiosa local, ótimo para quem estuda sobre religiões ou apenas tem curiosidade sobre o Círio.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábado, domingo e feriados, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8669.
Faixa de preço acessível.

Museu do Estado do Pará (MEP)
Um dos prédios históricos mais visitados em Belém é o MEP. Erguido no século 18, pelo arquiteto italiano Antonio Landi, situa-se no Palácio Lauro Sodré, no bairro da Cidade Velha. Esse monumento já foi residência de governadores e guarda mistérios em suas relíquias. Nesse Museu, há exposições artístico-culturais e possui um acervo composto por telas, mobiliários, fotografias, entre outros bens preciosos da história do Pará.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábado, domingo e feriados, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Pedro II, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8513.
Faixa de preço acessível.

Museu Paraense Emílio Goeldi
Uma das instituições científicas mais importantes do Brasil e até mesmo do mundo, fundada em 1866 em plena Amazônia, focando seus estudos nos aspectos naturais e socioculturais dessa região, bem como divulgando o conhecimento aqui produzido. Um de seus espaços é o Parque Zoobotânico, situado no centro urbano de Belém, abrigando uma mostra significativa da flora e da fauna amazônicas. Aberto à visitação.
Funcionamento de terça a domingo, das 9h às 17h.
Endereço: Avenida Governador Magalhães Barata, 376 – São Brás.
Contato: (91) 3182-3200.
Faixa de preço acessível.

 

Igrejas

Catedral Metropolitana de Belém (Igreja da Sé)
Um espaço acolhedor, cheio de histórias de fé e com estilo barroco, a Igreja da Sé ou Catedral Metropolitana de Belém teve sua pedra fundamental lançada em 1748, mas foi no ano seguinte que se iniciou sua construção. Em 1755, houve sua inauguração oficial e solene. Ao longo do ano a igreja realiza várias celebrações litúrgicas. Já no segundo domingo de outubro, recebe centenas de católicos para a tradicional missa do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Essa igreja fica localizada próximo à Casa das 11 janelas, é sede da Arquidiocese de Belém e integra o complexo histórico e religioso do bairro da Cidade Velha.
Funciona diariamente (consultar horário das missas no site).
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 2121-3724.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Igreja de Nossa Senhora das Mercês
Patrimônio da arquitetura paraense que chama a atenção daqueles que passam pelo Centro Comercial de Belém. Situada no complexo do bairro da Campina, sua construção iniciou em 1640, ainda de taipa e pilão, mas, em 1753, foi projetado um novo templo pelo arquiteto Antonio Landi, resultando em uma igreja com traços arquitetônicos do período colonial. É integrada ao antigo convento dos Mercedários, construção histórica recentemente cedida à Universidade Federal do Pará para restauro e funcionamento dos cursos de graduação e pós-graduação em Conservação e Restauro, além de um complexo cultural com cafeteria e livraria.
A Igreja funciona diariamente (consultar horários de missas e adoração no site).
Endereço: Travessa Frutuoso Guimarães, 31 – Campina.
Contato: (91) 3212-3102.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Igreja de Santo Alexandre
Situada no complexo arquitetônico e turístico da Cidade Velha, em Belém do Pará, a Igreja de Santo Alexandre localiza-se no antigo Palácio Episcopal, integrada ao Museu de Arte Sacra. Construída pelos padres jesuítas com participação da população indígena, no final do século 17 para o século 18, o local era denominado Igreja de São Francisco Xavier. Com mais de 400 peças, que inclui pinturas e objetos sacros antigos, a Igreja de Santo Alexandre tem belas características arquitetônicas do estilo Barroco. Na entrada, tem a presença de quadros da Via Sacra, que representam toda a vida de Jesus Cristo até a morte, e uma grande sacristia ao lado da capela central.
Funciona de terça a sexta, das 10h às 18h, sábado e domingo, das 10h às 14h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8802.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

 

Praças

Praça Batista Campos
Fundada no século 19, era denominada “Largo da Salvaterra”, depois “Praça Sergipe” e, em 1897, durante o governo de Antônio Lemos, recebeu o nome de Batista Campos em homenagem a um dos principais personagens da Cabanagem. Lugar que transmite tranquilidade em meio ao trânsito de Belém, a praça Batista Campos é arborizada, possui lagos atravessados por pontes de madeiras e um chafariz, que recebem decoração temática ao longo do ano, o que ressalta ainda mais a beleza do local. O ambiente e a segurança proporcionam a movimentação diariamente. A praça foi tombada pelo município em 1983 e, em 2005, foi eleita a mais bonita do Brasil pelo “Prêmio 100 mais”. Essa praça é o point para quem quer tomar aquela água de coco e curtir o visual natural do lugar, cartão postal de Belém. Também é boa para caminhadas e corridas.
Funciona diariamente, aberta o dia todo.
Endereço: Travessa Padre Eutíquio, s/n – Batista Campos.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Praça Brasil
Ótima para caminhar! Prove lá o famoso guaraná da Amazônia, que parece um milkshake feito de ingredientes locais, como guaraná em pó e castanha. A praça é agradável e, no fim da tarde, fica bem movimentada.
Funciona diariamente, aberta o dia todo.
Endereço: Travessa Dom Pedro I, 469 – Umarizal.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Praça da República
Fica em meio à tradicional Avenida Presidente Vargas, no bairro da Campina, na capital paraense. Foi construída no final do século 19 e início do século 20, em homenagem à proclamação da República. Antes de ser praça, o local já foi um cemitério para escravos e pessoas pobres, depois foi transformado em um depósito de pólvora. Nessa praça, há lindos monumentos arquitetônicos, o lendário Bar do Parque (recentemente reinaugurado), o belo Theatro da Paz, coretos e mangueiras centenárias. Faça um passeio por lá na manhã de domingo, quando a praça fica lotada de barraquinhas de comida e feirinha de artesanato ao ar livre. Também são aos domingos que a praça recebe feira de adoção de animais e apresentação de grupos musicais e artísticos. A dica é levar algum tecido, canga ou toalha para sentar na grama e curtir o clima da praça. Quem ficar hospedado no nosso hotel oficial, Hotel Princesa Louçã, basta atravessar a rua para desfrutar desse passeio.
Funciona diariamente, aberta o dia todo.
Endereço: Avenida Presidente Vargas, s/n – Campina.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

 

Vida noturna

Açaí Biruta
Só Biruta para os íntimos, é uma casa noturna badalada de Belém, com um espaço bonito, alegre e energia contagiante para quem gosta de dançar. Basta acompanhar as redes sociais para saber da programação. Fica localizado na primeira rua da cidade!
Funcionamento na sexta, das 23h às 5h, e domingo, das 17h à meia-noite.
Endereço: Rua Siqueira Mendes, 186-314 – Cidade Velha.
Contato: (91) 99138-0909 | 98156-0506.
Faixa de preço alta.

Amazon Beer
É um bar e restaurante famoso por suas cervejas artesanais feitas com ingredientes da região, como açaí, bacuri e taperebá. No fim da tarde, o local fica lotado por seu happy hour disputadíssimo.
Funcionamento de segunda a quinta, das 17h à meia-noite, sexta, das 17h às 2h, sábado, das 12h às 2h, e domingo, das 12h à meia-noite.
Endereço: Estação das Docas, Rua Boulevard Castilhos França, s/n – Campina.
Contato: (91) 3212-5400.
Faixa de preço alta.

Apoena
É um espaço cultural com ambientação rústica, música regional e pratos tipicamente paraenses. Lugar de encontro para dançar aquele carimbó, marcar um almoço ou tomar o famoso Caldo de Tucupi! O espaço abre de quarta a domingo, mas as “quartas são tropikais no Apoena”. Nesse dia, o happy hour inicia às 16h com música mecânica, descontos em cervejas, drinks, petiscos; depois tem seleção de bregas marcantes, guitarradas e merengues, além de 30 minutos de open bar de Draft Sound, das 21h30h às 22h! Os ingressos são R$7.
Funcionamento na terça, das 11h às 15h, quarta e quinta das 11h à 0h40, sexta e sábado, das 11h às 2h30, e domingo, das 11h às 18h (quando tem apresentação de eventos culturais aos domingos, o restaurante funciona até 23h).
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 450 (altos) – Fátima.
Contato: (91) 98213-6071.
Faixa de preço mediana/acessível.

Baron Club
É um bar/boate com festas em sua maioria voltadas ao público LGBTQI+, a programação é animada todo fim de semana, basta acompanhar as redes sociais para saber.
Funcionamento de sexta a sábado, das 22h às 4h.
Endereço: Avenida Nazaré, 579 – Nazaré.
Contato: (91) 98149-7377.
Faixa de preço mediana.

Black Dog
É para quem curte ouvir um rock ou R&B tomando cerveja e comendo um petisco. O lugar é pequeno, então é bom chegar cedo se quiser pegar mesa.
Funcionamento de terça a quinta, das 18h à 1h, e sexta e sábado, das 18h às 4h.
Endereço: Rua Bernal do Couto, 791 – Umarizal.
Contato: (91) 3199-2335.
Faixa de preço mediana/alta.

Café com Arte
É um dos bares/pubs mais famosos da cidade, conhecido por ser lugar favorito para festas de todos os públicos. O preço varia de acordo com a festa, então é importante estar atento às redes sociais.
Funcionamento terça e quarta, das 17h às 23h45, quinta, das 17h à 1h, sexta, das 17h às 2h, e sábado, das 18h às 4h.
Endereço: Avenida Rui Barbosa, 1437 – Nazaré.
Contato: (91) 3224-8630.
Faixa de preço mediana.

Coisas de Negro
Espaço cultural excelente para quem gosta de um rolê alternativo, regado a cerveja, muito carimbó e resistência. Ele fica no distrito de Icoaraci, então é bom saber que vai demorar um pouco para chegar. Basta acompanhar as redes sociais para saber da programação.
Funcionamento na sexta e domingo, das 18h à 0h30 e sábado, das 18h às 3h30.
Endereço: Avenida Doutor Lopo de Castro, 1081 – Icoaraci.
Contato: (91) 3247-8702.
Faixa de preço acessível.

De Bubuia
É um Boteco/Galeria. Lá rola muito rock e muita dança, artes visuais, grafite e é um excelente ponto de encontro! A farofinha e a feijoada são divinas e o chopp super gelado!
Funcionamento de terça a quarta, das 19h às 2h, quinta e sexta, das 19h às 4h, sábado, das 12h às 3h, e domingo, das 17h à 1h.
Endereço: Rua Rodrigues dos Santos, 210 – Cidade Velha.
Contato: (91) 99837-4550.
Faixa de preço mediana.

Dois Irmãos
Simples e acolhedor. Localizado no bairro da Cidade Velha, o espaço serve uma das melhores comidas de buteco de Belém. E olha que lá tem desde espetinho de carne, bolinhos de castanha, molho de jambu, e até prato de peixe premiado pelo concurso “Comida de Buteco”.
Funcionamento de segunda a quinta, das 18h à meia-noite, sexta, das 18h à 1h, sábado, das 10h à 1h e domingo das 10h às 16h.
Endereço: Rua Triunvirato, 280, esquina da Travessa Monte Alegre – Cidade Velha.
Contato: (91) 98032-7474.
Faixa de preço acessível.

Fandom Pub
É para os geeks que amam séries, mas não dispensam uma cervejinha. Cuidado com a parede de spoilers, olhe para ela por sua própria conta e risco!
Funcionamento de terça a quinta, das 19h às 2h, sexta e sábado, das 19h às 4h.
Endereço: Rua Bernal do Couto, 456 – Umarizal.
Contato: (91) 98428-6671.
Faixa de preço mediana/alta.

Lambateria
É para quem estiver a fim de conhecer nossa mistura de lambada retrô, ao som de batuques, guitarras e um pouco de brega. O nome da festa já dá spoilers do que esperar por lá, então prepara tua roupa mais leve para swingar a música latino-amazônica no Pará. As apresentações são regionais e além de música, a festa também tem espaço para exposição de artistas visuais. Nos telões da casa, são expostos trabalhos de artistas locais e exibidos clipes de músicos paraenses. Na entrada da festa são ofertados produtos culturais. Se quiser opções de lembranças dos ritmos da cidade, lá encontrará CDs, DVDs e camisas dos artistas que se apresentam no espaço.
Funcionamento na quinta, das 22h às 4h.
Endereço: Lamusique, Rua Municipalidade, 488 – Reduto.
Contato: (91) 98883-5125.
Faixa de preço entre mediana.

Lamusique
É uma casa noturna famosa na cidade, boa para quem gosta de dançar um sertanejo ou conhecer um ritmo mais latino com festa da Lambateria às quintas. Basta acompanhar as redes sociais para saber da programação.
Funcionamento na quarta, das 23h às 4h, quinta, das 22h às 4h, sexta e sábado, das 23h às 5h.
Endereço: Rua Municipalidade, 488 – Reduto.
Contato: (91) 98207-8001.
Faixa de preço entre mediana e alta.

Meu Garoto
Tem uma variedade de chopps geladinhos, licores, petiscos e caldos. E é nesse lugar, entre as ruas estreitas do centro de Belém, que você vai experimentar a verdadeira cachaça de Jambu, hoje exportada para outros lugares do Brasil e do mundo!  O espaço é pequeno, alguns pontos refrigerados e o atendimento é feito no Balcão.
Funcionamento de segunda a sábado, das 9h às 23h.
Endereço: Rua Senador Manoel Barata, 928 – Campina.
Contato: (91) 3222-9985.
Endereço: Avenida Senador Lemos, 641 – Umarizal.
Contato: (91) 98195-0279.
Faixa de preço mediana.

Mormaço
É um dos bares mais famosos de Belém. Fica à beira do rio, o que proporciona aos visitantes uma bela vista. No almoço você pode comer peixe frito com açaí, mas é no fim da tarde/noite que o bar lota de pessoas que vão para dançar e se divertir. Toca reggae, brega e tecnobrega.
Funcionamento de sexta a sábado, das 21h às 5h, e domingo, das 11h às 23h.
Endereço: Rua Carneiro da Rocha, 1 – Cidade Velha.
Contato: (91) 98043-7275.
Faixa de preço mediana.

Studio Pub
É um bar que sempre toca música ao vivo. No comando da casa estão as bandas cover. Às sextas rola o open mic, diversão garantida para quem curte karaokê e não tem vergonha de pagar aquele mico.
Funcionamento de terça a quarta, das 18h à meia-noite, quinta e sexta, das 18h às 4h, sábado, das 19h às 4h e domingo, das 18h à meia-noite.
Endereço: Rua Presidente Pernambuco, 277 – Batista Campos.
Contato: (91) 3230-2475.
Faixa de preço mediana.

Suburbia
É mais uma opção voltada para o público LGBTQI+ tomar uma cerveja, conhecer gente nova e depois sair para uma balada.
Funcionamento na quarta, das 16h à meia-noite, quinta, das 16h à 1h, sexta e sábado, das 16h às 3h, e domingo, das 16h à meia-noite.
Endereço: Avenida Senador Lemos, 870 – Umarizal.
Contato: (91) 99830-0425.
Faixa de preço mediana/acessível.

Vila Container e Galeria Azimute
É um espaço que mesmo recente em Belém, já faz sucesso entre os belenenses. O local acolhe vários restaurantes, uma agência de publicidade, um escritório de arquitetura, uma lojinha e uma pequena galeria de arte. Toda semana há festas embaladas por DJ´s ou música ao vivo. Ah, a reutilização dos containers para alojar os restaurantes chama a atenção.
Funcionamento de terça a domingo, das 17h às 23h30.
Endereço: Avenida Governador Magalhães Barata, 52 – São Brás.
Faixa de preço alta/mediana.

 

Para se exercitar

Se a sua vibe são os esportes e a vida fitness não se preocupe, há várias academias em Belém, como as cadeias Smart fit, Bio Ritmo e Bodytech, sem contar as academias locais que também são excelentes. Se você é da galera do Crossfit é só dar uma olhada no Crossfit map e encontrar uma afiliada próxima do seu hotel.

Para quem curte algo mais ao ar livre, o Caruanas Va’a ou o Marenteza– vão te levar de canoa para conhecer a baía e o rios próximos da cidade. Eles têm até turmas para iniciantes se você quer apenas conhecer o esporte. Kite e stand up paddle nos rios também é uma opção com o Amazon Kite & Sup.

Por fim, se você só quer dar uma corridinha ou caminhada de leve, as praças Batista Campos, da República, Brasil, o entorno do Museu Emílio Goeldi e do Bosque Rodrigues Alves são ótimos para isso. Só lembre de levar uma garrafinha d’água.

Como podem ver, não faltará o que fazer durante a estada em Belém! Para se programar, fique atento ao nosso site, que atualizaremos constantemente com dicas detalhadas sobre o que fazer na cidade.

Além das dicas que dermos aqui, você pode conferir detalhes sobre a programação da cidade também acessando algumas páginas:

Agenda cultural
http://www.guiart.com.br/
https://belemdopara.com.br/

Museus e galerias
http://museusgaleriasartebelem.blogspot.com/

Espaços culturais e históricos
http://www.belem.pa.gov.br/app/c2ms/v/?id=15&conteudo=4551
http://www.secult.pa.gov.br/espacos

REGIONAIS

Núcleo de Inovação e Tecnologias Aplicadas a Ensino e Extensão – NITAE2 | Universidade Federal do Pará | Belém-PA.