IV Colóquio Jornalismo, Resistência e Literatura

GPs terão diversas programações especiais ao longo do Intercom 2019.

Uma série de atividades especiais no dia 4 de setembro vai preceder a programação de sessões de apresentação de trabalhos nos Grupos de Pesquisa (GPs), durante o 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2019), a ser realizado de 2 a 7 de setembro na Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém. “Muitos dos 34 GPs organizaram iniciativas como mesas em conjunto, palestras, exibição de filmes, mostra de fotografias, lançamentos de livro e debates diversos, numa grande programação científica que atende às demandas de seus pesquisadores. Os congressistas certamente irão aproveitar bastante”, afirma a professora Nair Prata (UFOP), diretora Científica da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom).

As atividades do dia 4 serão abertas a todos os inscritos no Intercom 2019 e têm o intuito de promover a troca de experiências e conhecimento, bem como atender ao público que não necessariamente participa dos GPs, mas que tem interesse em seus temas.

Ao longo dos dias 5 e 6 de setembro, os autores com artigos selecionados na chamada deste ano apresentarão seus trabalhos em sessões temáticas. O Encontro dos GPs da Intercom recebeu quase mil trabalhos neste ano, demonstrando a força e o papel que a Intercom tem no cenário comunicacional brasileiro. “A Intercom possui um Banco de Avaliadores, com cadastro aberto permanentemente e que é acionado a cada congresso. Para Belém, todos os 973 artigos passaram por um criterioso processo de avaliação por pares. Cada paper foi avaliado por pelo menos dois pareceristas que, em alguns casos, solicitaram aos autores que realizassem revisões em seus textos. Este gigantesco trabalho de avaliação e revisão qualifica o artigo que será apresentado nas sessões dos GPs e estará à disposição online de forma permanente nos anais do Congresso”, explica Nair Prata. “Dessa forma, podemos esperar sessões dos GPs com trabalhos de qualidade e debates que apontam para temas de vanguarda em áreas como Jornalismo, Publicidade, Relações Públicas, Comunicação Audiovisual, Organizacional, Multimídia e Mídia Cidadã, além de reflexões interdisciplinares.”

ATIVIDADES ESPECIAIS – 4 DE SETEMBRO

O diálogo entre Grupos de Pesquisa da Intercom ganha espaço no dia 4 de setembro. O GP Conteúdos Digitais e Convergências Tecnológicas promove duas sessões conjuntas com outros GPs: a primeira, das 14h às 16h, será a mesa de abertura “Distopias e cultura digital: perspectivas frente ao capitalismo tardio”, com o GP Games. Em seguida, das 16h às 18h, une-se ao GP Comunicação, Divulgação Científica, Saúde e Meio Ambiente na mesa “Mídias, biotecnologias e algoritmos: questões contemporâneas”.

O GP Cinema e o GP Ficção Seriada também se juntam na tarde do dia 4. A programação do painel conjunto “Cinema e ficção seriada na era digital e conectada: crítica, representação e relações de gênero” inclui a exibição do filme “Para ter onde ir” (Brasil, 2018, dir. Jorane Castro) e da websérie “Pretas” (roteiros de Joyce Cursino e Priscilla Silva, dir. Lucas Moraga), a partir das 14h. Às 16h, o painel se encerra com uma mesa de debates com Luiza Lusvarghi (FMU), Luiza Alvim (UFRJ), Ligia Maria Prezia Lemos (USP), Larissa Leda Fonseca Rocha (USP/UFMA), e as convidadas Lorenna Montenegro (Coletivo Elviras de Críticas de Cinema – PA), Raíssa Lennon (UFPA), Jorane Castro (UFPA) e Mariana Lima (Unama/USP).

Outro grupo que exibe seu objeto de pesquisa é o GP Fotografia, com a mostra fotográfica digital “A fotografia como imagem, a imagem como fotografia”, a partir das 16h, acompanhada de uma roda de conversa.

Das 14h às 18h, uma conferencista estrangeira abre programação do GP Teorias do Jornalismo: a jornalista cubana Rosa Miriam Elizarde, vice-presidente da Federação Latino-americana de Jornalismo, com mediação de Felipe Pena (UFF), Leonel Aguiar (PUC-Rio) e Monica Martinez (Uniso). No mesmo horário, o GP Folkcomunicação, Mídia e Interculturalidade também oferece palestra internacional: o pesquisador Armando Malheiro (Universidade do Porto) falará sobre “A Metodologia e a pesquisa na área de Cultura Popular em Portugal”, com moderação de Maria Erica de Oliveira Lima (UFC). O GP também fará lançamento de livro e abrigará a Assembleia Ordinária da Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação (Rede Folkcom).

O tema central do Intercom 2019 é o gancho da mesa temática “O papel do telejornalismo frente aos fluxos comunicacionais e à crise da democracia”, promovida pelo GP Telejornalismo das 15h às 17h, com a conferencista convidada Edna de Mello Silva (Unifesp). O GP Políticas e Estratégias de Comunicação também aborda o tema do congresso na mesa “Políticas de comunicação, fluxos comunicacionais e crise da democracia”, das 14h às 15h30 – e, logo depois, faz o lançamento do livro “Resistências e Inovações: Políticas de Comunicação em tempos de crise”.

Outro lançamento será no GP Comunicação, Mídias e Liberdade de Expressão, das 14h às 16h, do livro “Imprensa e Censura”, de Silvio Henrique Vieira Barbosa (UFPI) e Luiz Henrique de Castro Pereira (Procurador Federal). Haverá um debate com Cláudia do Carmo Nonato Lima (USP) e Felipe Gillet (Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Pará).

Conferências especiais abrem o GP Estéticas, Políticas do Corpo e Gêneros, das 14h às 16h, com a professora Zélia Amador (UFPA); e o GP Semiótica da Comunicação, das 14h15 às 16h, com Mirna Feitoza Pereira (Ufam). Esses dois GPs realizam, logo após as mesas de abertura, suas primeiras sessões de apresentação de trabalhos.

O GP Rádio e Mídia Sonora promove quatro mesas ao longo da tarde: após a abertura, às 14h, com os coordenadores Marcelo Kischinhevsky (UFRJ) e Debora Cristina Lopez (Ufop), o professor Luiz Artur Ferraretto (UFRGS) faz a conferência “Rádio no Brasil – Uma história ainda a ser contada”, das 14h30 às 16h, com moderação de Valci Zuculoto (UFSC). Das 16h às 16h30, o professor Ferraretto coordena a Mesa 3 – “Rádio Clube de Pernambuco: 100 anos de pioneirismo”, com apresentação de trabalho por Pedro Serico Vaz Filho (UAM). Encerrando o dia 4 de setembro, das 16h30 às 18h, as conferencistas Eliana Cristina Paula Tenório de Albuquerque (Uesc) e Norma Maria Meireles Macêdo Mafaldo (UFPB) falam sobre “Pesquisas coletivas – Parcerias para dinamizar os estudos radiofônicos”, além de lançarem o livro “Rádios universitárias: Experiências & perspectivas” (Editora do CCTA/UFPB). A história das rádios universitárias também será abordada por Cida Golin (UFRGS) em apresentação de trabalho.

Outro grupo que terá uma programação de fôlego no dia 4 é o GP Teorias da Comunicação, que inclui a conferência “Espaço Público Hoje”, às 14h com Luiz Claudio Martino (UnB); e, das 15h30 às 18h, a mesa-redonda “Habermas e o campo da comunicação: desafios contemporâneos”, coordenada por Claudiane Carvalho (UFBA) e Rafael Grohmann (Unisinos).

Enquanto isso, o GP Comunicação e Religião faz sua abertura, a partir das 14h, com palestras de Jorge Miklos (Unip) e Magali Cunha (Intercom), seguidas pelo painel “Comunicação e Religião na Festa do Círio de Nazaré”.

No GP Comunicação para a Cidadania, as atividades especiais começam às 14h com a mesa de abertura “Análise de conjuntura e o papel dos movimentos sociais, da comunicação comunitária, popular e alternativa”, que terá os palestrantes convidados Carlinhos Luz, Lilian Campelo, Max Costa, Francisco Batista e Gleyson Olivia, com moderação de Pablo Nabarrete Bastos (UFF) e Suelen Aguiar (Umesp). Das 16h30, o GP já promove sua primeira sessão de apresentação de trabalhos, cuja temática “Comunicação e participação em movimentos sociais e sindicais” é abordada por Cicilia Peruzzo (UAM), Rozinaldo Miani (UEL) e Pablo Nabarrete Bastos (UFF).

Dois Grupos de Pesquisa aproveitam a ocasião para comemorar seus aniversários: o GP de Gêneros Jornalísticos celebra seus 10 anos com uma sessão de abertura, das 14h às 18h (e, no dia 5 de setembro, segue com sessões que traçam a história da pesquisa na área e as discussões atuais), enquanto o GP Publicidade e Propaganda lança livro comemorativo de seus 20 anos, das 17h às 18h.

Com coordenação de Álvaro Nunes Larangeira (UTP), a palestra “O(s) Imaginário(s) gerando projetos e redes de pesquisa” abre o encontro do GP Comunicação, Imagem e Imaginários, às 14h.

Os dias 5 e 6 de setembro serão ocupados pelas sessões regulares de apresentação de trabalhos. No entanto, três GPs promovem atividades especiais no dia 5: o GP Comunicação e Culturas Urbanas começa o dia homenageando o professor João Maia (das 9h às 9h25); o GP Relações Públicas e Comunicação Organizacional realiza a mesa redonda “Práticas discursivas: Comunicação Organizacional e Sustentabilidade” (das 9h às 12h); e o GP América Latina, Mídia, Culturas e Tecnologias Digitais promove a sessão especial “Alcance(s) das produções de José Marques de Melo” (das 9h às 10h30), coordenada por Jane A. Marques (USP). Ainda no dia 5, das 14h às 17h, o GP América Latina, Mídia, Culturas e Tecnologias Digitais participa da mesa-redonda “Fluxos Comunicacionais e Jovens do Brasil Profundo: balanço de uma pesquisa em rede”, promovida pelo Projeto de Pesquisa “Jovem e Consumo Midiático em Tempo de Convergência” (Procad-Capes).

Confira a programação completa do Encontro de GPs da Intercom.

SOBRE O INTERCOM 2019

O 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, de 2 a 7 de setembro de 2019 na UFPA, em Belém, é uma realização da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom).

Além das sessões dos Grupos de Pesquisa, a programação do congresso inclui oficinas e minicursos, apresentação de trabalhos no Intercom Júnior e Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom) e evento de lançamento de livros (Publicom). O Intercom 2019 também abriga outros eventos científicos como: IV Colóquio Latino-americano (Pan Amazônico) de Ciências da Comunicação; VI Encontro Internacional do Colégio dos Brasilianistas da Comunicação; Jornada Beltraniana 2019 (Rede Folkcom); Fórum Ensicom 2019 (que terá a última audiência pública sobre as Diretrizes Curriculares de Publicidade e Propaganda); III Fórum de Rádios e TVs Universitárias; V Fórum Socicom-Intercom; IV Fórum Comunicação e Trabalho; II Ciclo Amazônia; 42º Ciclo de Estudos Interdisciplinares da Comunicação; e IV Colóquio Jornalismo, Resistência e Literatura.

Clique aqui para conferir a programação preliminar do Intercom 2019.

Siga o Intercom 2019 no Facebook e no Instagram (@intercomnacional) para acompanhar as novidades.

Leia também:

 

Fonte: Jornal Intercom

Núcleo de Inovação e Tecnologias Aplicadas a Ensino e Extensão – NITAE2 | Universidade Federal do Pará | Belém-PA.