Intercom Sul 2019 é realizado em Porto Alegre, na UniRitter

Evento foi marcado por pesquisas e debates sobre temas sociais

A temática central dos congressos da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) em 2019 – “Fluxos comunicacionais e crise da democracia” – deu o tom das atividades do XX Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul (Intercom Sul 2019), realizado de 20 a 22 junho no Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter), em Porto Alegre.

“Além das mesas temáticas e da conferência de abertura, questões sociais associadas à Comunicação foram abordadas por grande parte dos trabalhos apresentados nas sessões de Divisões Temáticas e do Intercom Júnior”, afirma a professora Cristiane Finger (PUCRS), diretora regional Sul da Intercom. “Houve uma sintonia muito grande entre os trabalhos, com temas como gênero, sustentabilidade, democracia e outros relacionados à sociedade.”

Mais de 1.500 trabalhos foram submetidos ao Intercom Sul 2019, entre Divisões Temáticas, Intercom Júnior e Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), cuja cerimônia de premiação, na manhã de 22 de junho, garantiu o encerramento apoteótico do congresso regional. “Neste ano de crise econômica e grandes incertezas nas instituições de ensino superior, o Intercom Sul surpreendeu. Tivemos não só um crescimento no número de inscrições, que chegou perto de 2 mil, como um público muito engajado e animado. A premiação da Expocom fez todo o esforço de organização valer a pena: no auditório completamente lotado, os estudantes cantavam em coro e vibravam a cada anúncio de vencedor. Esta é a geração que estará organizando congressos científicos no futuro, e é dessa seriedade e felicidade que a pesquisa em Comunicação precisa para se fortalecer”, avalia a professora Cristiane Finger.

Outros pontos altos do congresso foram a conferência de abertura, em que Emerson Urizzi Cervi (UFPR) e Felipe Pena (UFF) debateram “Fluxos comunicacionais e crise da democracia”; a audiência pública sobre as Diretrizes Curriculares dos Cursos de Publicidade e Propaganda, no âmbito do Fórum Ensicom; e o Colóquio Brasil-Argentina, que teve quatro mesas com pesquisadores dos dois países.

Para a diretora regional Sul, o que fica após o congresso é a sensação de missão cumprida. “O tamanho do congresso foi desafiador, com um grande número de congressistas e sessões de apresentação de trabalhos lotadas, mas, graças aos docentes e alunos que vestiram a camisa do Intercom Sul 2019, a UniRitter conseguiu realizar um evento bem-organizado e com um astral excelente”, completa a professora Cristiane Finger.

BORA PRA BELÉM
Neste ano, a Comissão Organizadora do 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2019), composta por professores, pesquisadores e estudantes da Universidade Federal do Pará (UFPA), marcou presença em todos os cinco congressos regionais da Intercom, com o objetivo de dar sua contribuição às organizações locais e de divulgar o nacional. Em Porto Alegre, as pesquisadoras Suzana Cunha Lopes e Suelen Miyuki foram as representantes de Belém.

Como nos demais regionais, elas ministraram o minicurso “Consumo midiático de jovens: pistas sobre como investigar”, compartilhando arranjos metodológicos de uma pesquisa desenvolvida em rede pela UFPA com parceiros do Nordeste e do Sul. Alunos de graduação, alguns em processo de TCC ou realizando iniciação científica, participaram do minicurso.

Além disso, a professora Suzana Cunha Lopes coordenou uma sessão do Intercom Júnior Interfaces Comunicacionais. “Me impressionaram positivamente as temáticas dos trabalhos com viés social evidente, tratando de política, acessibilidade e educação”, comenta.

As duas representantes da UFPA também estiveram presentes na audiência pública sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Publicidade e Propaganda, durante o Fórum Ensicom. “A mesa do Ensicom discutiu os parâmetros curriculares do curso, o perfil do egresso e a necessidade de fortalecer a área da Comunicação. Foi ressaltado também que o processo de ensino-aprendizagem na área precisa se renovar, a partir de uma perspectiva em que a construção do conhecimento se dá no diálogo entre alunos e professores, e não na transmissão do conteúdo. Nesse sentido, foi destacada a importância da formação de profissionais preparados para uma realidade ainda mais complexa e abertos ao trabalho interdisciplinar”, afirma Suelen Miyuki. “Essas discussões realizadas no Ensicom foram bastante produtivas e, com certeza, vão reverberar no Intercom nacional, em que o assunto será debatido com representantes de todas as regiões do Brasil”, completa a professora Suzana.

No encerramento do Intercom Sul 2019, durante a premiação do Expocom, as duas integrantes da organização do congresso nacional exibiram um vídeo de divulgação do Intercom 2019 em Belém e sortearam livros da Editora da UFPA. “Foi um momento cheio de energia, com os congressistas superanimados para a próxima parada em Belém. Durante o congresso, também conversamos com alunos e professores, estimulando a ida ao Intercom nacional e tirando dúvidas sobre como inscrever trabalhos e encontrar voos mais em conta”, afirma a professora Suzana.

Para Suzana e Suelen, a organização local na UniRitter e a animação dos congressistas foram os destaques do Intercom Sul 2019: “O congresso foi movimentado e os participantes mostraram grande entusiasmo. É esse o clima que queremos em Belém”.

O 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2019) será realizado de 2 a 7 de setembro na Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém, com o tema central “Fluxos comunicacionais e crise da democracia”. O prazo para submissão de trabalhos foi prorrogado para até 8 de julho de 2019, lembrando que os autores devem ter feito a inscrição no congresso para enviar trabalhos (sendo dia 4 de julho o último dia para pagamento da taxa).

Para inscrição e submissão, acesse o Portal Intercom. Siga o Intercom 2019 no Facebook e no Instagram (@intercomnacional) para acompanhar as novidades.

Leia também:

Texto: Jornal Intercom

Núcleo de Inovação e Tecnologias Aplicadas a Ensino e Extensão – NITAE2 | Universidade Federal do Pará | Belém-PA.